Jack Welch e o mercado de Compras Públicas

Gestão, Estratégia & Cia existe para que possamos conhecer melhor as teorias, ideias e visões das lideranças empresariais e pensadores estratégicos que são, comprovadamente, capazes de transformar mercados e negócios.

Carisma e personalidade contagiantes à parte, certamente Jack Welch é uma referência muito atual para mercados altamente complexos e competitivos, como é o de Compras Públicas.

Queremos compartilhar, uma seleção de “welchismos” que podemos, com certeza, aplicar na gestão de compras públicas. Independente do perfil, porte ou área de atuação, os conceitos praticados por Welch (aqui carinhosamete chamados de “welchismos”) são valiosos e fáceis de assimilar, intuitivos, porque são concretos e quase óbvios… Testados e retestados, ao longo dos 20 anos em que liderou a GE e desconstruiu a empresa, reorientando-a para o mercado global, considerando:

Faça mais do que esperam – Se você quer se diferenciar, quer ter sucesso, faça mais do que se espera. Sempre!

Líder – Líderes são pessoas que inspiram com uma clara visão de como as coisas podem ser melhoradas. Seja aquele que energiza, que excita e que inspira.

Gerencie menos – Cada funcionário tem de saber qual a sua responsabilidade e fazê-la. Excesso de supervisão e burocracia podem matar a capacidade criativa e inovadora de uma empresa.

Seja menos formal – Um ambiente informal e  descontraído (o que não significa bagunçado), incentiva o fluxo de ideias entre os profissionais e seus líderes, gerentes, diretores.

Energize o seu time – Uma liderança excelente vem da qualidade da sua visão e da habilidade de incentivar os outros para uma performance extraordinária. Energizar a equipe para o trabalho é a chave para ser um grande líder.

Crie uma visão e torne esta visão realidade – Faça com que as pessoas tenham paixão pelo o que elas fazem. Parece utópico, mas um bom líder consegue fazer isso, de verdade. Se você energiza e tem um espírito incentivador, você fará com que sua equipe alcance resultados incríveis.

Tenha foco constante na inovação – Inovação, inovação, inovação: crie diferenciais competitivos. Não importa qual o seu segmento, a inovação muitas vezes não está “no que eu faço, mas no como eu faço”.

Veja as mudanças como uma oportunidade – Estar aberto para a mudança é uma vantagem, mesmo que isso signifique colocar parte da empresa no meio de uma confusão por um período de tempo.

Encare a realidade – Encare a realidade e haja decisivamente. A maioria dos erros que os líderes comentem são causados pela resistência em encarar a realidade e agir com relação a ela. Não deixe a realidade ou a crise paralisar seu negócio.

Crie uma usina de ideias – Novas ideias são o sangue de qualquer organização. Hoje alguém, em algum lugar, tem uma excelente ideia. A questão é achar essa pessoa, apreender a ideia e colocá-la em prática, rapidamente. Estimule sua equipe a fazer o diferente, afinal quem disse que…

 

Acabou de ler e já escolheu o seu “welchismo” predileto? Escolha aquele que “te tocou” de verdade e crie um plano para colocá-lo em prática já, exatamente como Welch faria.

No próximo Gestão, Estratégia e Cia, mais “welchismos” para você se inspirar e praticar…

 

Atenção!

Para ter acesso à conteúdos exclusivos e ler mais notícias, faça login ou cadastre-se em nosso site.

Escrever uma resposta